Antes Que Se Rompa o Fio de Prata

Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e se aproximem os anos em que você dirá: “Não tenho satisfação neles”; Sim, lembre-se dele, antes que se rompa o cordão de prata, ou se quebre a taça de ouro; antes que o cântaro se despedace junto à fonte, a roda se quebre junto ao poço, o pó volte à terra, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu (Eclesiastes 12.1,6-7).

A juventude poderia muito bem ser representada como a “era de ouro” da vida. Nela desfrutamos do mais elevado vigor físico e mental na nossa curta existência. A juventude é a reta final na carreira humana cheia de produções e sentimentos próprios do ser humano. Mas em se dobrando a esquina da juventude logo vem “a idade”. Os dias em que nosso corpo se debilita e nossa mente vacila. Os sentidos se dissipam e as faculdades mentais se tornam cada vez mais débeis. De fato, é um caminho sem volta. A seiva da vida se esvai e a polpa da alma se escoa. O que era verdejante se torna escuro e rugoso. Estamos ficando velhos e a vitalidade sendo drenada: estamos morrendo. Sim, o fio de prata está próximo de ser rompido.

Que isso não pareça duro àqueles que já alcançaram certa idade avançada. Antes seja como uma sóbria constatação da realidade da nossa passagem terrena em termos de uma exortação à presunção, caprichos e prazeres próprios da mocidade. Que essa reflexão sirva para que não venhamos a sentir remorso com lembranças do que poderíamos ter feito e não fizemos. O momento de conhecer e servir a Deus é agora, pois na sepultura nenhum morto possui ciência de coisa alguma. Sim, o tempo é agora antes que seja tarde, pois uma vez rompido o fio da nossa vida não é possível a nós emendá-lo.

Deus lembra

Por isso a Palavra de Deus diz: “Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis…” Lembrar não como um mero trazer a mente e logo esquecer-se. Mas reter no pensamento de modo que todo o curso da vida seja guiado pelo temor do Criador, pela consciência de que ele nos criou para o seu louvor. Lembrar, no dicionário de Deus significa “tempo de agir”. Foi assim que ele se lembrou de Noé e o salvou colocando a ele e sua família na arca. Lembrou-se de Ana, que era estéril, e lhe deu Samuel o maior juiz de Israel. Deus se lembrou de seu povo após mais de 400 anos de escravidão no Egito e os libertou com grandes sinais e milagres. Então, não é que Deus haja se esquecido ou deixado de agir, mas que ele escolheu o momento certo para fazê-lo, ele se lembrou.

Jesus disse acerca do lembrar-se daquilo que ele fez – seu amor sacrificial e salvador – quando deu de comer da Páscoa aos seus discípulos: “façam isto em memória de mim”. Lembrar é reter no coração o que pode dar esperança, guardar o que é eterno e viver na contramão do mundo guardando os mandamentos de Deus. É manter uma relação viva com o Criador.

Lembrar é agir

A marca registrada da juventude é a ação. Como viver uma vida relevante se desperdiçarmos todo nosso vigor juvenil naquilo que não é propósito de Deus nas nossas vidas? A Palavra diz que viver para o que é passageiro é “vaidade”, é “inútil”, é “correr atrás do vento. Quando tudo o que realmente precisamos é lembrar que Deus o Criador, o doador da vida também um dia irá requerê-la. E o que dedicamos a ele? Espero que não sejam apenas os frutos da idade avançada enrugada pelo cansaço de uma vida desperdiçada naquilo que é transitório.

Tempo de lembrar

Não pareça isso uma confrontação – por mais que seja – mas que seja como uma sábia advertência, pois em chegando a velhice com ela também a morte se aproxima.

Deus está fazendo grandes coisas hoje e todos os dias e ele não descansa um só dia. Mas nós sempre cansamos e um dia iremos parar. Aproveitemos melhor então aquilo que hoje temos recebido e busquemos oferecer a Deus o melhor das nossas vidas: a nossa juventude. Esse é o momento mais propício para lembrar e agir como Deus lembra e age, pois em pouco tempo o fio de prata da nossa vida será cortado e não haverá mais tempo nesta vida para nenhuma obra.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: