Anatomia de Uma Igreja Doente

Há certos indicadores e sintomas que os médicos verificam quando vamos a uma consulta. Eles querem verificar nossa pressão arterial e temperatura. Fazem exames de sangue para ver se há qualquer sinal de alerta. Eles estão à procura de sintomas que indiquem a existência real de problemas.

Depois de trabalhar com igrejas durante trinta anos, eu também procuro por sintomas que possam apontar maiores preocupações. Os sintomas não são necessariamente o problema; eles simplesmente fornecem advertências ou sinais de potenciais problemas.

Embora existam muitos possíveis sintomas de uma igreja doente, eu encontrei dez consistentemente comuns. Estes dez não estão listados em qualquer ordem particular:

  • Diminuição no número de presenças no culto. Surpreendentemente, a maioria dos líderes da igreja não acompanha a frequência na adoração. Eu aconselho os líderes a comparar a frequência média aos cultos de cada mês com o mesmo mês de anos anteriores.
  • Diminuição na frequência de comparecimento dos membros da igreja. Este sintoma é a explicação número um da diminuição da frequência aos cultos na maioria das igrejas. Os membros não são tão comprometidos como já foram. Seu amor minguante pela sua igreja é refletido na diminuição da frequência aos cultos.
  • Falta de alegria e vivacidade no culto de adoração. Obviamente, esse sintoma é subjetivo. Mesmo assim é muito importante. A maioria das pessoas percebe quando um culto de adoração é vibrante, morno, ou morto.
  • Pouco fruto evangelístico. Em via de regra, uma igreja saudável terá pelo menos um não-cristão para cada 20 presentes no culto de adoração. Uma igreja com a presença de 200 no culto, por exemplo, deverá ver pelo menos dez novos cristãos por ano.
  • Baixo impacto na comunidade. Em minhas consultorias, tento encontrar indicadores claros de que a igreja está fazendo a diferença em sua respectiva comunidade. Peço a ambos, líderes da igreja e membros da comunidade, exemplos e indicadores claros.
  • Mais reuniões do que serviço. Uma igreja doente vai se reunir quanto ao que deveriam fazer, em vez de fazê-lo. Algumas igrejas têm mais comitês do que conversões.
  • Reuniões de negócios amargas. Os cristãos podem discordar e discordam. Igrejas doentes têm reuniões onde as divergências refletem óbvia amargura e raiva.
  • Pouquíssimos convidados nos cultos de adoração. Uma igreja vibrante irá atrair convidados. Uma igreja doente não irá.
  • Guerras sobre o louvor. Sim, elas ainda existem em muitas igrejas. Essas guerras são indicadores de um enfoque interior por parte dos membros.
  • Expectativas fantasiosas sobre o cuidado pastoral. Igrejas doentes veem pastores e outros líderes como mão de obra para fazer todo o trabalho do ministério.Igrejas saudáveis veem pastores como capacitadores dos membros para fazerem a maior parte do ministério.

Nenhum desses sintomas são bons, mas as igrejas passam por períodos em que demonstram alguns deles. A chave é reconhecer os sintomas e responder o quanto antes, e rapidamente.

Aqui está a minha própria análise subjetiva de saúde de acordo com o número de sintomas:

1 a 2 sintomas. Normal para a maioria das igrejas por um curto período de tempo. Não é um indicador de problemas de saúde, mas os sintomas devem ser examinados prontamente.

3 a 4 sintomas. A igreja está doente e precisa de atenção imediata.

5 a 6 sintomas. A igreja está muito doente. Se mudanças significativas não forem feitas, a congregação está em perigo de passar para a fase de doença terminal.

7 a 10 sintomas. A igreja está em perigo de morrer nos próximos cinco a dez anos. Embora seja possível, é raro uma igreja recuperar-se neste nível de doença. A intervenção deve ser rápida, intensa e drástica. A mudança necessária muitas vezes é maior do que a maioria dos líderes e membros estão dispostos a enfrentar.

Faça uma avaliação honesta de sua própria igreja através destes indicadores. O que você vê? O que você deve fazer se houver uma série de sintomas? Deixe-me ouvir você.

Por Thom Rainer
________________

Traduzido por Victor San

4 comentários em “Anatomia de Uma Igreja Doente

Adicione o seu

  1. A paz.. a igreja que ainda frequento há 2 e 1/2, está cada vez vazia, os membros já não frequentam, não tem jovens, toda vez que convidam algum Pr p está. Ministrando aí que o povo não vai.. nas reuniões que temos nas casas, não vão,nos cultos de quarta e orações não há frequência de membros, visitantes vão uma ou duas e não voltam. Os Prs falam .. há o povo está doente, eu não vejo isto .. vejo que o problema está na liderança e eles não aceitam a gente falar nada.. não são calorosos .. eu estou esfriando cada vez mais, o louvor.. ninguém tem compromisso e e muito cansativo.. minha vontade é sair e não sei o que fazer, meu esposo já não está indo muito..

    Curtir

    1. Olá, Maria. Essa é uma descrição de várias igrejas no país e fora dele, infelizmente. E geralmente esses são sinais de que essa igreja local está “morrendo”. O que eu posso lhe aconselhar é que ore pela sua igreja local e ore pela liderança da sua igreja. Mas isso não te impede de buscar frequentar um lugar sadio, mesmo que seja em alternância, pois você e sua família precisam estar bem para que possam ajudar na sua comunidade. Então sugiro que busque crescimento espiritual no conhecimento da Palavra de Deus, na comunhão com pessoas que têm a mesma visão que vocês têm tido e use isso para que sua igreja tenha algum progresso. Se tiver essa disposição de vê-la revitalizada, creio que Deus pode abençoar e fazer com que ela floresça com novas pessoas e novas lideranças. Do contrário, se o ambiente não for realmente saudável a ponto de vocês mesmos estarem adoecendo, então não tem por que expor a si mesma e sua família a uma situação que não tem sinais nem a mínima brecha de mudança. Pense no que será melhor para sua igreja, mas também no que é bom e salutar para sua família, pois ela, assim como outras, é a igreja.
      Paz. Que Deus abençoe sua vida, família e derrame do Seu Espírito vivificador.

      Curtir

  2. paz, ando meia triste e cabisbaixadrez, não estou mas frequentando minha igreja como antes, pedindo respostas e direcionamentos a Deus pois percebo que minha igreja está com sintomas graves de não direcionamento espiritual e se encontra doente, o que posso fazer para ajudar e me senti mas ultiu , ou devo sair de vez para eu não morrer na fé. sinto que meu pai não quer me ver triste assim e me deixa livre para procurar outra igreja, por favor me ajudem.

    Curtir

    1. Oi, Veridiane. A paz do Senhor.
      Não sei qual é a situação da sua atual igreja local, fica difícil entender a realidade, e prestar algum conselho ou ajuda às cegas é arriscado. Mas acho que você mesma pode fazer esse diagnóstico. O fato de ter percebido o que a maioria esmagadora não percebe ou que, ainda que perceba, se sente coagida e escravizada por um sistema religioso opressor que as impõe medo se sairem, só o fato de você observar isso, é sinal de que o ambiente está muito pior do que se imagina. Meu conselho é que você continue orando a Deus por isso. Exponha a ele essa situação toda, derrame diante dele sua tristeza e conte seu desejo de que as pessoas sejam libertas do engano e da doença chamada falsamente de religião. Outra coisa é você identificar aquilo que você como desvio da sua igreja, liderança, ensinos e práticas e buscar iluminação e entendimento no evangelho exposto no Novo Testamento. Compare e busque fortalecer suas bases e convicções sobre a boa-nova libertadora de Jesus. Além disso é bom ver novos ares. Conheça novas pessoas, vá a outras denominações, outras igrejas, procure se informar sobre elas, conheça o lugar, veja se ali há paz, se há o mínimo para se ter uma mente saudável. Se cerque de pessoas saudáveis, que lhe acrescentam coisas boas, não medos, fobias, terrores, loucuras. Viva em um ambiente onde as pessoas amam e caminham com toda simplicidade, sem exageros e excessos. Não deixe de ler a Palavra, leia os evangelhos, o Novo Testamento. E na medida em que você for se fortalecendo fortaleça os mais enfraquecidos da sua congregação, ensine com o que você aprendeu do evangelho. Compartilhe com as pessoas do seu lugar em espírito de brandura, mansidão para que somente a Palavra as convença e liberte. Mas você precisa se fortalecer. Pois um cego não pode guiar outro cego, senão os dois caem no barranco. E parece que agora que você começou a ver. Em poucos leva menos tempo, mas na maioria demora muito. Então aproveite essa luz que tem vindo a você e deixe que ela cresça de acordo com a verdade de Deus na Palavra. Não deixe que ninguém te engane com palavras ou raciocínios que não sejam simplesmente a verdade do evangelho.
      Por via eletrônica é o que posso fazer por você. Além disso ppsso orar. Mas a atitude e perseverança depende de você.

      Seja sempre bem-vinda aqui. Estou à disposição.
      A paz de Cristo.

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site desenvolvido com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: