O Que é Ser Abençoado?

Se sentir abençoado está na moda.

Uma rápida olhada no Facebook ou no Twitter mostra quantas pessoas hoje se sentem #abençoadas. Em um mundo dominado pelas mídias sociais, dizer que você é abençoado pode ser uma maneira de se gabar enquanto tenta parecer humilde.

Bolsa de estudos? #Abençoado. Aumento salarial? #Abençoado. Família maravilhosa? #Abençoado.

Como cristãos, nós usamos esse termo também, é claro. Oramos a Deus para que abençoe nossa família. Atribuímos nossos presentes imerecidos às “bênçãos de Deus.” Falamos de ministérios sendo abençoados. Mas o que isso realmente significa? Como devemos entender a bênção de Deus?

A Vida Boa

Para os crentes, a vida abençoada seria sinônimo de uma vida bem-sucedida? Seria essa a versão cristã da boa vida? Um casamento amoroso, filhos obedientes, um ministério vibrante, um corpo saudável, uma carreira de sucesso, amigos de confiança, prosperidade financeira? Se estas são as características de uma vida abençoada, então possuir tudo isso deveria se traduzir em uma vida extraordinariamente abençoada.

Mas, será? Se as pessoas tivessem todas essas coisas, elas seriam extremamente abençoadas?

Ao invés de se voltar para Deus, elas podem se sentir autossuficientes e orgulhosas. Talvez até mesmo um pouco presunçosas e hipócritas. Afinal, seu trabalho duro está frutificando.

Além disso, elas não teriam a necessidade de clamar a Deus por libertação; tudo já seria perfeito. Elas não precisariam confiar em Deus; elas poderiam confiar em si mesmas. Elas não precisariam de Deus para enchê-las; elas já estariam satisfeitas.

As Mais Ricas Bênçãos de Deus

Meu desejo por Deus é grandemente alimentado por minha necessidade. E é nas áreas onde me vejo menos suprida que sinto minha necessidade com mais intensidade. Desejos não realizados colocam-me de joelhos. Aprofundam a minha vida de oração. Fazem-me revirar a Bíblia em busca das promessas de Deus.

Bênçãos terrenas são temporárias; todas elas podem ser perdidas. Todas as bênçãos de Jó desapareceram em um único fatídico dia. Eu também tive uma vida confortável que foi arrancada em poucas semanas. Meu casamento se dissolveu. Meus filhos se rebelaram. Minha saúde mergulhou numa espiral descendente. Minha família se desfez. Meus sonhos foram destruídos.

E, no entanto, no meio desses acontecimentos dolorosos, experimentei as mais ricas bênçãos de Deus. Uma fé mais forte do que eu tinha experimentado antes. Um amor mais profundo do que eu já tinha conhecido. Um caminhar mais íntimo do que eu poderia explicar. Minhas provações aprofundaram minha fé de um modo que a prosperidade e a abundância nunca poderiam.

Enquanto minhas provações não eram bênçãos em si mesmas, eram canais para elas. Como Laura Story pede em sua canção “Bênçãos”: “E se suas bênçãos vierem em gotas de chuva? E se as provações desta vida – a chuva, as tempestades, as noites mais difíceis – fossem suas misericórdias disfarçadas?”

Esta ideia intrigante de bênção também está firmemente estabelecida nas Escrituras.

O Tópico Comum

A tradução ESV, do Novo Testamento em inglês, tem 112 referências com as palavras “abençoe”, “bênção” ou “abençoado”. Nenhuma delas conectando bênção com prosperidade material [NT: ‘bem-aventurado’, em algumas traduções]. Considere estas passagens:

“​Bem-aventurados os humildes de espírito… Bem-aventurados os que choram… Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça… Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem”. (Mateus 5.3-11).

“Bem-aventurados são os que ouvem a palavra de Deus e a guardam!” (Lucas 11.28)

“Bem-aventurados aqueles cujas iniquidades são perdoadas” (Romanos 4.7; citando Salmo 32.1)

“Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação” (Tiago 1.12)

“Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor… Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro” (Apocalipse 14.13, 19.9).

Não há nenhum indício de prosperidade material ou de circunstâncias perfeitas em qualquer referência do Novo Testamento. Pelo contrário, a bênção é normalmente ligada tanto com a pobreza e provação quanto com os benefícios espirituais de estar unido pela fé a Jesus.

De acordo com a Bíblia de Estudo Key-Word, “a palavra grega traduzida como abençoado, nestas passagens, é makarioi, que significa ser plenamente satisfeito. Refere-se aqueles que receberam o favor de Deus, independentemente das circunstâncias”.

O que é ser abençoado, então? A Escritura nos mostra que a bênção é qualquer coisa que Deus dá que nos torna plenamente satisfeitos nele. Qualquer coisa que nos aproxima de Jesus. Qualquer coisa que nos ajuda a abrir mão do temporal e segurar com mais firmeza o eterno. E, frequentemente, são as lutas e provações, as decepções dolorosas e os anseios não realizados que melhor nos habilitam a viver assim.

Verdadeiramente Abençoado

A dor e a perda nos transformam. Enquanto às vezes nos desvendam, elas também podem nos conduzir para uma vida mais profunda com Deus do que jamais imaginaríamos ser possível. Elas nos fazem descansar apenas em Deus. Não no que poderíamos fazer ou realizar por ele. Nem tampouco no que ele pode fazer ou realizar por nós.

Na dor e na perda, ansiamos pela Presença. Ansiamos por saber que Deus é por nós, conosco e em nós. Uma boa família, prosperidade financeira e boa saúde são todos presentes maravilhosos e podemos agradecer a Deus por eles, mas eles não são suas maiores bênçãos. Elas podem nos trazer deleite, não em Deus, mas em suas dádivas.

A maior bênção de Deus repousa sempre no próprio Deus. Quando temos isso, somos verdadeiramente abençoados.

______________________

Por Vaneetha Rendal Eisner

Tradução por Nathanael Miranda Baldez. Revisão por Victor San

Vaneetha Rendall Risner é escritora freelancer e colaboradora regular para DesingGod. Ela bloga em danceintherain.com, embora não goste da chuva e não tenha senso de ritmo. Vaneetha é casada com Joel e tem duas filhas, Katie e Kristi. Ela e Joel moram em Raleigh, Carolina do Norte. Vaneetha é autora do livro The Scars That Have Shaped Me: How God Meets Us in Suffering (As Cicatrizes que me Moldaram: Como Deus nos Encontra no Sofrimento).

Artigo original aqui.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site desenvolvido com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: